1 de set de 2008

Espaço do Leitor

Estamos abrindo aqui no blog uma nova sessão designada para você, leitor. Como inauguração deste espaço, apresentaremos o review do jogo The World Ends With You escrito pelo leitor Pedrão. Vale lembrar que não iremos corrigir erros nos textos, portanto, escrevam de forma correta. Mas é claro que aqueles textos com erros excessivos e/ou abreviações nem serão publicados.





Quando ouço o nome Square Enix logo penso em uma empresa que faz RPG`s de estratégia e com muita criatividade. Quando soube que a Square produziu esse jogo, procurei comprá-lo, para saber se a empresa cumpriu as minhas expectativas com seus RPG`s, e isso vai ficar bem visível na análise abaixo.

Neku, um jovem que odeia as pessoas e não é sociável de 15 anos, vive no movimentado bairro Japonês de Shibuya. Ao cair no chão ele encontra um broche, e logo percebe que pode ler a mente das pessoas usando o poder de seu broche e logo em seguida ele recebe uma mensagem em seu celular, onde ele se vê como parte de um jogo, e que tem apenas sete dias para vencer o jogo , e se falhar, ele irá morrer.
O jogo é organizado pelos Reapers ( os donos do jogo), que tem como objetivo destruir os Gamers (Neku e outros) através de desafios, os desafios são mandados para o celular dos Gamers, há um desafio por dia, se falhar em um dia, o Gamer morre.
Você não está sozinho no jogo, Shiki será sua nova parceira, com personalidades totalmente diferentes de Neku. Todos os Gamers forjam pactos com outros Gamers para sobreviverem aos sete dias, lutando juntos contra os inimigos do jogo, os Noises



Noises, eles são os inimigos que você encontrará no decorrer do jogo, eles são frutos da raiva e do stress das pessoas de Shibuya, e como esse lugar é muito movimentado, e há muitas pessoas nele, você encontrará muitos deles ao decorrer do jogo.
Há muitos Noises no jogo, muitos deles são muito fáceis de derrotar, eles servem basicamente para você pegar prática com a jogabilidade, mas há alguns em que você precisará de alguma estratégia para derrotá-los, usando diferentes combinações de broches.



Os broches são o grande atrativo do jogo. São as armas de Neku, cada broche tem seu efeito e seu poder de ataque, para atacar você precisará: riscar a tela, na vertical, na horizontal, diagonal, desenhar círculos, dar um toque na tela, etc.
Há muitas maneiras de se atacar com os broches, e esse é o ponto forte do jogo, a jogabilidade com os broches, muitas pessoas se surpreenderão com essa jogabilidade nova, que lembra um pouco a de Zelda PH.
Você pode conseguir os broches ganhando de chefes, matando certos Noises ou comprando eles, a jogbilidade com eles pode ser meio difícil no começo, mas depois de algum tempo jogando você se acostumará com os diferentes ataques de cada broche. Há muitos broches no jogo, e esse será um de seus desafios no jogo, conseguir descobrir a melhor combinação de broches, para derrotar os Noises, nas batalhas.



As batalhas são caracterizadas pela jogabilidade única, onde você controlará Neku (usando a stylus) e Shiki (usando o control-pad), você irá controlar os dois personagens de uma vez só, enquanto você, riscando a touch screen feito louco e prestando atenção em Neku, terá que apertar o control-pad feito louco para atacar com Shiki, ou seja, terá de prestar atenção em dois personagens ao mesmo tempo, pois quando realizar combos com Shiki, você poderá desferir um enorme ataque, capaz de derrubar muitos inimigos de uma vez só.
O que marca as batalhas e o jogo em si é a música.

Não posso deixar de comentar sobre a música do jogo, um ponto forte também.
Com uma trilha sonora quase perfeita, eu me arrisco dizer que é uma das melhores que já ouvi em algum jogo de DS. O pessoal da Square conseguiu trazer as músicas certas na hora certa no jogo, às vezes parece que a música foi feita só para o momento do jogo, as músicas mais rápidas são tocada sem momentos mais “alegres” do jogo, e as músicas mais lentas e sombrias nos momentos referentes à ela.

Para finalizar a análise, preciso comentar sobre alguns pontos fracos do jogo.
Primeiro, os quadrinhos. Os diálogos são feitos em estilos história em quadrinho, não que seja ruim, mas ter que passar quadrinho por quadrinho sempre demora muito, e isso pode ser um pouco frustrante quando você está louco para acabar o jogo e precisa ler os diálogos.
Os gráficos, não estão bem trabalhados para um jogo desse porte, mas para esse tipo de jogo ficaram razoáveis, não estão muito ruins, mas poderiam ser bem melhores.

Se você ainda não jogou esse belíssimo jogo, não sei o que está esperando, vá para uma loja, vá para a casa do seu amigo e roube dele ou venda seus órgãos para conseguir esse jogo, porque está muito bom mesmo.

RECOMENDAÇÃO:






Quer nos enviar algo? Então mande para nosso e-mail: nintenerds@gmail.com.

7 comentários:

  1. Muito bom o review, Pedrão ^^

    Se antes eu já queria comprar essa jóia da Square para o DS, agora eu TENHO MESMO que comprar xD

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Opa, valeu Hunter pela motivação a continuar escrevendo análises, quem quiser outra posso até escrever.
    Pelo menos alguém leu até o final.
    Espero que mais pessoas vejam.

    ResponderExcluir
  3. Sensacional sua análise, só que o que me desinteressou do jogo foi o modo que ele é organizado com os personagens jogados ao mesmo tempo, mas assim que puder testar, verei se há uma excelência nesse modo devido a minha lerdeza, espero que eu esteja errado, pois estarei testando, parabéns novamente pela review, logo logo começarei a fazer as minhas.

    ResponderExcluir
  4. vitinho, primeiramente obrigado pela análise, olha, sincerametne, no começo você pode sentir difuculdades em jogar com os 2 personagens, mas depois fica fácil.

    ResponderExcluir
  5. desculpe pelo erro de concordância gente, vitinho, obrigado pela crítica.
    Teste o jogo e se puder jogue até o final, pois dura em média umas 18h, eu acabei em 23h.

    ResponderExcluir
  6. Irei tentar, obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  7. Boa análise pedrão!!
    Espero que faça muitas outras :D

    Já tinha lido algumas coisas sobre o jogo e estava com vontade de comprá-lo, e lendo sua análise, deu mais vontade ainda xD

    ResponderExcluir